quarta-feira, 22 de novembro de 2017

A hora da verdade: Quem você vai ser? Ovelha, lobo ou Cão Pastor?

Existe um momento na vida, depois que se deixa de ser criança e um pouco antes de se tornar adulto que você tem que decidir o tipo de pessoa que você é, pois o mundo é formado por presas, predadores. E os predadores já sabem e sentem prazer do que são já desde cedo  passando por cima de tudo e de todos para conseguir o que quer, destruir os que considera fraco para ganhar poder. 

O objetivo do post é conscientizar para você decidir o que você vai ser: ovelha (sempre fugindo, se escondendo e berrando por ajuda) lobo (que destrói e tira tudo que os mais fracos tem), ou cão pastor (que protege as ovelhas e encaram os lobos).

Muitos adolescentes são vítimas de Bullying. Isso muitas vezes deixa danos psicológicos  pior do que físicos. O indivíduo pode crescer com  perfil de vítima com medo de enfrentar as pessoas, e ainda sempre atraindo a atenção de predadores onde quer que vá. Muitos chegam a deixar serem espancados para não "piorar" a situação, isso mesmo na vida adulta. Por isso devemos como qualquer sobrevivencialista e preparador urbano desenvolver metas para não ter mais o perfil de vítimas, e mostrar que você não só sabe se defender, como também não é boa ideia mexer com você. 

Pois apesar de muitas vítimas que se rebelarem, acabam espancadas pois continuam pensando como vítima e não como  predador.



Conhecendo o inimigo

O Bully é um ser humano abusivo geralmente fruto de um lar abusivo intimidados por outra pessoa, seu ar de superioridade que geralmente é para disfarçar mágoas profundas e sentimentos de inferioridade. Assim praticando o bullying eles encontram um modo ganhar ou obter o que querem, impressionar ou divertir seus amigos. Pode atacar as pessoas com palavras ou fisicamente



Seu objetivo é acabar com a segurança e autoestima das pessoas para exercer poder sobre elas, machucar e intimidar as pessoas até que elas cedam e façam o que eles exigem. 


  veja esse covarde espancando o rapaz cego que é salvo por um colega da escola

O Bully quer dar a impressão de que é melhor do que os outros, mas na verdade é inseguro. Apesar do ar de superioridade que geralmente disfarça mágoas profundas e sentimentos de inferioridade.


Geralmente quando crescem  abusam de substâncias como álcool, tem problemas com a família e se envolvem em transgressões, como lesões corporais  e ameaças. Geralmente gostam de academias e esportes de luta, e matem um perfil ameaçador, e continuam procurando um alvo para externar sua raiva. Na faculdade. trânsito, serviço, etc. É um circulo vicioso. E em alguns casos tem comportamentos perigosos como dirigir embriagado e participar de rachas.



 Quem são os alvos do Bully





Os alvos dos lobos são as ovelhas, pessoas frágeis psicológica e fisicamente. Jovens que têm dificuldades de interação social e se isolam dos outros e se tornam presas fáceis para os intimidadores.

Jovens que são considerados diferentes, sofrem bullying por causa da aparência, raça, religião ou mesmo por causa de uma deficiência, qualquer coisa que possa ser usada contra eles.



Jovens com baixa autoestima. Os intimidadores percebem quando alguém não tem muita autoconfiança. Esses costumam ser os alvos mais fáceis, pois é pouco provável que reajam ao bullying.





Mudança de atitude




 Se você não reagir os amigos do Buly também vão começar a ficar atrás de você, como uma horda de vampiros. Não tenha medo do bully, não há nenhuma razão para ter medo deles, perceba que eles são humanos.  O confronte e não há nenhuma razão para ter medo deles, mesmo que eles sejam violentos. Se você ainda tiver medo, não demonstre. Vamos agora iniciar o caminho para você encontrar o caminho para sua mudança de atitude, de ovelha para cão pastor.






Demonstre confiança 




Isso constitui 95% da batalha. Os durões fazem o que fazem com completa confiança e nenhuma timidez. Se conseguir fazer isso, você será visto como um durão mais rápido do que um buraco negro pode se consumir.

Caminhe com passos confiantes, mantendo a cabeça erguida, com seus ombros retos (finja que você tem uma capa grande e esvoaçante atrás de você, se preciso) e andando lentamente e a passos curtos. Coloque a maioria do seu peso em cada passo.

Nada de viver com a postura torta, a cabeça para baixo e os braços cruzados. Para ser e parecer uma pessoa confiante, é legal que sua linguagem corporal colabore também – a forma como seu corpo “fala” não apenas faz com que você pareça confiante, mas também com que se sinta dessa maneira.

Segundo estudos, manter uma postura corporal confiante por apenas dois minutos já faz com que o corpo se equilibre hormonalmente para que uma pessoa fique mais confiante. “Nosso corpo muda nossa mente”, resumiu ela. Não custa acreditar.


A maneira mais rápida de se sentir inseguro é dizer o que você acha que as pessoas gostariam de ouvir, ou o que elas esperam de você. Não faça isso. Seja honesto consigo mesmo e com os demais, diga aquilo que você quer dizer, não o que os outros gostariam de ouvir. Lembre-se apenas de fazer isso de maneira simpática.


Use a primeira pessoa Tudo o que você tem a dizer vem de você. É você quem compõe a linguagem. E a mensagem sempre vem de um lugar mais profundo que a sua boca, você acredita naquilo. Usando a primeira pessoa é isso que você mostra. Falar “eu” mostra que você domina o que está prestes a dizer e se sente responsável por aquilo.


Bullies normalmente atacam aqueles que são vulneráveis. Se for necessário, finja que é confiante. Isso pode acabar se tornando verdade.

Até o mais corajoso e forte dos lutadores sente medo de vez em quando e precisa reforçar sua autoconfiança de tempos em tempos. Nesse sentido, já se sabe que criar um universo imaginário onde se é a pessoa que se deseja é uma ótima solução. A ideia é tentar se imaginar como um super-herói, por exemplo, e se colocar em situações de luta, superação e coragem. Não é coisa de criança nem bobagem: um pouco de criatividade pode fazer de você, definitivamente, uma pessoa mais confiante.





Superação física




Uma atitude confiante é apenas o inicio da preparação, você também tem que estar apto fisicamente, pois muitos bullys quando confrontados vão reagir para não perder a confiança dos seus amigos.


Defenda-se. Isso não quer dizer atacá-lo fisicamente, nem ameaçá-lo. Mas deixe claro que você não tem medo dele. Isso não é fácil, mas necessário. Os bully estão atrás de vítimas, e você talvez deixe de ser uma alvo se deixar de se tratar como um.


Prática de autodefesa juntamente  com musculação é sem dúvida o caminho para deixar mais equilibrado, tranquilo e sobrepuja seus medos, ganhando, força, agilidade e técnica e instinto combativo. Porém lembre-se seu objetivo é se defender nas ruas, não ganhar troféu ou ouvir papo furado de um cara que tem metade da sua formação escolar e fica comprando livrinhos de auto ajuda na sebo, para parecer sábio chinês ou ainda ficar inventando que se defendeu de vários assaltos como infelizmente presenciei.


Procure técnicas combativas contundentes, onde  vai aprender ferocidade, potencia, eficácia, bater e levar golpes. Como boxe, muay thay, Kali Silat entre outros. Corra das artes marciais coreográficas e tradicionais com movimentos bonitos. Lembre-se nada vem sem sacrifícios. Hoje temos facilidade de informação pesquise, assista vídeos e decida qual arte marcial que vai te dar confianças do quanto  pode machucar um adversário na rua. Não viva na mentira, nem fantasia.


A musculação além de saudável, é muito importante para você aumentar sua silhueta e força nos golpes uma vez que sua musculatura fica mais forte. Assim como a capacidade de absorver golpes. Mas procure academias sérias, não vá atrás de colegas ou professores que tentam te vender esteroides. 


Procure o caminho do guerreiro e não da vitima seja espartano.






A hora da verdade





Pronto você já mudou sua atitude, esta treinando sério e fazendo musculação, mas cuidado seu objetivo não é virar um Bully, não deixe esse sentimento de superação virar outra coisa. Mantenha em mente que você é, e analise a situação antes de agir, pois tudo há consequência.

Cabe a você observar, o tipo de resposta de cada situação, pois não há uma resposta correta ou errada, faça o necessário para se manter seguro e não leve riscos desnecessários.





Pense em antecipar, ou seja, sinta a situação que vem se exercitando, para analise de comportamentos, em particular identificando comportamentos suspeitos em seu campo de visão.



Preste atenção a casos de assédio com outras pessoas. A tática do agressor é isolar e impedir que a vítima tenha contato com quem possa ajudá-la. Parte da prevenção do bullying consiste em estar alerta e pronto para combatê-lo. O agressor entenderá o recado se uma ou duas pessoas entrarem na história para proteger a vítima.

Ordene  que ele pare. Use um tom de voz firme e fale algo como “Pare com isso” ou “Chega. Não fale assim comigo”. mas lembre-se voz firme, não vozinha trêmula e fina parecendo uma menininha mimada medrosa. O seu objetivo é mudar a sua atitude de vitima contra a violência do mundo, então encare-a de frente.

Acabe com a sensação de poder do bully.  Não ceda às ameaças e não faça o que ele mandar, assim ele perceberá que você não é um alvo fácil. Apelar para o mesmo método fará com que ele continue.

Encare agressões verbais. O bullying verbal tem a finalidade de ofender, pegar os pontos fracos da autoestima e provocá-los até que ela desapareça por completo. Não tenha medo de se defender, mas seja comedido, apenas entrar em embate com o bully se você perceber que ele vai atacá-lo. Mostre que o comportamento dele não será aceito.

Encare agressões físicas. O abuso físico é adotado para intimidar e convencer a vítima a fazer o que o agressor quer, gerando um controle imediato sobre a pessoa. Esse tipo de bullying é extremamente perigoso e precisa ser resolvido imediatamente. As agressões físicas são intensificadas na maior parte dos casos. Aja rapidamente em nome de sua integridade e segurança.

Não arregale os olhos quando um bully olhar para você. Fique calmo, reconheça que ele está ali e faça o que quiser fazer. Se você parecer assustado ou esperando algum problema vindo dele, ele pode fazer isso só para mostrar que é capaz.
 
Lembre-se de que você não é definido pelo que o bully diz ou faz. As palavras ou ações dos outros não determinam a sua insignificância. Você tem valor próprio, e não é uma parte de sua vida que está em contato com o bully que vai tirar tudo que é importante para você.







Observações Importantes     

 

O objetivo desse post como já foi dito acima é você aprender ter atitude perante a vida em relação aos maus, pois durante sua vida você sempre vai encontrar com eles. E você não sendo mais criança não pode depender de professores, diretores, chefes para se defender, ou ainda mudar de lugar para lugar. O objetivo do post é conscientizar para você decidir o que você vai ser,: ovelha (sempre fugindo, se escondendo e berrando por ajuda) lobo (que destrói e tira tudo que os mais fracos tem), ou cão pastor (que protege as ovelhas e encaram os lobos.

Sempre confronte o seu bully primeiramente deixando claro que você não aceitará mais a situação, nunca comece a espancá-lo ou procure vingança se a situação ainda não há um risco físico. Geralmente os Bullys são covardes e tem medo de perder, se eles perceberem que há possibilidade da pessoa reagir, provavelmente eles procuram outro alvo mais fraco.

 

 

O rapaz no vídeo acima puxa a faca e fere seu colega fatalmente, jamais use armas para resolver problemas de Bullying, se a situação já está fora de controle denuncie ou peça para seus país mudarem você de escola.

 

Nunca, jamais pense em usar faca ou pegar uma arma de fogo para resolver uma situação, esses instrumentos são para autodefesa de adultos na rua que estão defendendo de criminosos e que tem treinamento para isso, não para resolver questões com um idiota valentão. Lembre-se você vai destruir a sua vida e da família. Sempre mantenha o equilíbrio. A violência é muito útil, mas o cão pastor sabe a medida e analisar cada situação. 

Conheça seu inimigo, se o seu bully não for uma pessoa comum, for uma pessoa envolvida com o mundo do crime ou com parentes envolvidas com o crime, nos dias atuais as escolas publicas estão cheias deles, talvez o melhor seja você sair. Você não é super herói ou policial. Isso já foge da esfera comum, você trará graves problemas para você e sua família. Se a situação já saiu de controle de alguma forma em relação a todo o colégio estar contra você, o melhor é você denunciar ou mesmo sair da escola, não há vergonha nenhuma reconhecer os seus limites, principalmente com inúmeros adversários irresponsáveis que não medem consequências, a situação pode terminar em tragédia para qualquer uma das partes. As vezes o melhor é um bom reinicio em outro lugar com nova atitude.



 

Conclusão

 

 

Esse post  mostra a necessidade da pessoa entender a necessidade de autonomia em relação a sua defesa pessoal, pois o Bullying deixa marcas psicológicas profundas, as vezes praticamente irreversíveis, fazendo a vitima se tornar um adulto inseguro e incapaz de se proteger ou qualquer pessoa.

Quando se deixa de ser criança a um momento de decisão sobre o tipo de pessoa que você quer ser. Se você é um sobrevivencialista e combatente urbano então  já sabe. Agora se você é contra a autossuficiência e contra o uso da força então você sabe também o que você é, e em algum momento vão encontra-lo, ou alguma pessoa próxima de você.

 

PM salvando rapaz de Bullying

 

Dúvidas? sugestões? Deixem nos comentários. Se gostaram deem um curtir e compartilhem. E não esqueçam de clicar em um dos anúncios para nos ajudar a continuarmos com nosso trabalho. Muito obrigado.



              Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

 

 

 


Nossa Pagina no Facebook:



Canal no Youtube:


Twiter: 



Nossa Pagina no VK:



Conheça também nosso Grupo no VK:

Sobrevivencialimo Urbano, esteja preparado:

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...