domingo, 12 de novembro de 2017

Sobrevivencialismo Urbano: Cuidado com as crianças no Natal



Luzes, presentes, brinquedos e muitas cores, mas mesmo coisas tão festivas e alegres podem representar perigos aos pequeninos e gerar graves consequências. É necessário observar com muita atenção as características dos brinquedos, ou se adequam segurança  ou ainda  o posicionamento dos enfeites natalinos e os cuidados que devemos tomar com eles, para que o momento de alegria não vire uma história de terror.






Presentes para os pequeninos




Nos Estados Unidos, ocorrem mais de 250 mil acidentes por ano envolvendo crianças e brinquedos. Na metade deles o incidente atinge o rosto, principalmente os olhos. No Brasil, as vendas de brinquedos aumentam consideravelmente às vésperas do Natal, então fiquem atentos para a segurança de seus filhos:

Antes do seu filho brinque com os brinquedos que acabou de ganhar, leia as instruções com atenção. Remova laços, fitas e etiquetas antes de entregar o brinquedo à criança. Procure, ainda, supervisionar o uso do brinquedo;

Sempre preste atenção às recomendações sobre a idade nos brinquedos e escolha um de acordo com a idade da criança, interesse e nível de habilidade;



Embalagens e sacos plásticos que podem acompanhar o produto devem ser retirados por um adulto antes de entregá-lo à criança, a fim de prevenir acidentes com grampos e similares, e até mesmo o risco de sufocamento.

As crianças podem se engasgar e sufocar com bexigas murchas ou rasgadas. Não permita que crianças brinquem com bexigas antes dos oito anos de idade;

Brinquedos de puxar que tenham o cordão com mais de 30 centímetros de comprimento podem ser um risco de estrangulamento para as crianças;

 
Observe avisos, tais como “Retardador de chamas/ Resistente a chamas” ou “Lavável/Produtos de higiene” nas bonecas ou outros brinquedos de pelúcia;

Para crianças de 1 ano de idade e menores, escolha brinquedos que sejam coloridos, leves, com várias texturas e feitos de materiais não-tóxicos. Crianças nessa idade aprendem pela visão, toque, som e gosto; frequentemente levam algo à bocas para sentirem;



Não dê brinquedos com partes pequenas tais como olhos, narizes removíveis, etc. a crianças pequenas, elas podem causar riscos de asfixia;

Para evitar queimaduras e choques elétricos, não dê as crianças, com menos de 10 anos de idade, um brinquedo que deve ser conectado a uma tomada elétrica. Em vez disso, compre aqueles que são operados por bateria;




Verifique todos os brinquedos, se eles possuem pontas afiadas ou bordas, feitos de materiais tipo metal ou vidro, esses brinquedos não devem ser dados a crianças com menos de 8 anos de idade. Isso inclui bichos de pelúcia com arames, que possam furar, cortar ou machucar, se expostos;

Brinquedos com fios, cordas ou fitas, de qualquer tipo, não devem ser pendurados em berços ou cercados. Crianças pequenas podem ficar enroladas, o que pode causar ferimento ou morte;

Mantenha brinquedos e equipamentos em boas condições, descarte brinquedos que estejam quebrados para prevenir ferimentos;

Supervisão é essencial; proporcione ambientes para brincar sem riscos de acidente, tanto dentro ou for a de casa. As crianças usam e abusam dos brinquedos. Providencie a manutenção do brinquedo regularmente, para segurança e durabilidade;

Ensine as crianças, desde cedo, a guardarem seus brinquedos depois de brincar com eles. Isso irá prevenir quedas acidentais sobre eles;




Ensine as crianças mais velhas a guardar seus brinquedos que possam ter partes removíveis, pontas afiadas ou brinquedos movidos a eletricidade fora do alcance de seus irmãos pequeninos. Crianças pequenas são muito curiosas e podem investigar brinquedos que não são apropriados para elas;

As crianças podem ter sérios problemas estomacais e intestinais, incluindo a morte, depois de engolir baterias e ímãs de botão. Além de brinquedos, baterias botão são frequentemente encontradas em cartões musicais, controles remotos, aparelhos auditivos e outros eletrônicos de pequeno porte. Mantenha-os longe das crianças pequenas e leve-as ao médico imediatamente se houver ingestão;


Artigos que vêm desmontados sempre podem causar problemas se a criança levar alguma parte à boca ou mesmo se uma peça se desprender e atingir os olhos. Também os brinquedos de propulsão, como alguns carrinhos e armas de ar ou de água, costumam fazer estragos;



Molas, dardos, arco e flecha, espadas, armas de pressão, carros de propulsão, bonecas desmontáveis e objetos pontiagudos têm alto potencial para provocar acidentes.Não devem chegar às mãos de crianças pequenas ou que costumam brincar longe dos adultos.

Presentes esportivos, como bicicletas, skates, patins, raquetes e bolas, entre outros, garanta que a criança receba também os equipamentos de proteção, incluindo joelheiras, capacetes e óculos plásticos para proteger a visão em caso de quedas;

Em caso de acidentes leve a criança o mais rápido ao hospital, e tenha em casa sempre um manual e kit de primeiros socorros.









O cuidado com árvores  e enfeites natalinos




Cuidar das crianças ao mesmo tempo em que prepara a ceia de Natal e receber os convidados para as festividades de fim de ano pode não ser tão fácil. Algumas situações de risco, porém, podem ser evitadas com atitudes preventivas. 


Árvore de Natal



A prevenção começa nos preparativos natalinos. Quando comprar a árvore, procure pelo selo de ‘resistente ao fogo’ na etiqueta;

Ao comprar uma árvore viva, verifique se há frescura. Por ser de verde fresco, as agulhas são difíceis de puxar a partir de galhos e não quebram quando dobradas entre os dedos. O tronco de uma árvore fresca é pegajoso com resina e, quando bate no chão, a árvore não deve perder muitas agulhas;

Corte alguns centímetros do tronco da árvore para expor a madeira fresca. Isso permite uma melhor absorção de água e ajudará a mantê-la seca, sem risco de causar incêndios. Certifique-se de colocar água para que ela sobreviva por mais tempo;

Verifique a estabilidade da árvore de Natal, de modo a que não tombe sobre a criança, caso ela tente mexer nas luzes e decorações;

Na hora de montá-la, não se esqueça de deixar em um espaço longe de ventiladores e outros eletrônicos. Também posicione a árvore fora da área de circulação da casa, sem bloquear nenhuma porta;

Ligue todas as decorações elétricas exteriores em circuitos com interruptores de circuito de falha de aterramento para evitar possíveis choques;

Escolha enfeites ou gelo artificial de plástico ou de metais sem chumbo;




Luzinhas na árvore



Confira todas as luzinhas da árvore antes de pendurá-las. Fique atento se todos as luzes funcionam e se não há nenhuma queimada, quebrada ou com os fios desconectados;

Antes de usar luzes ao ar livre, verifique os rótulos para ter certeza de que tenham sido certificadas para utilização externa. Para manter as luzes no lugar, use ganchos ou grampos isolados, e não pregos ou tachas. Nunca puxe as luzes do reboque para removê-las;

Algumas luzinhas podem conter chumbo nos focos e no revestimento dos fios. Mantenha o produto distante das crianças, especialmente as menores, que podem tentar colocar as luzinhas na boca. Lave as suas mãos depois de mexer com o produto;

Nunca use luzes elétricas em uma árvore metálica, pois ela pode ficar carregada com eletricidade a partir daquelas que estão com defeito e, se uma pessoa tocá-la, ela pode ser eletrocutada;

Desligue todas as luzes quando for dormir ou quando sair de casa;

As luzes e as velas são risco para incêndio. Se usar luzes elétricas, procure por fios expostos ou desgastados, e tenha certeza de que nenhum fio esteja pressionado por um móvel ou esteja embaixo de tapetes.


Decoração da casa



Evite decorações que sejam afiadas ou quebráveis, especialmente em casas com crianças pequenas. Mantenha itens de decoração com partes removíveis ou que se pareçam com doces longe do alcance das crianças, para prevenir que elas os engulam ou inalem;

Papel de presentes, sacolas, fitas e laços devem ser removidos da árvore e do chão depois que os presentes forem abertos. Como dito acima esses itens podem causar sufocamento nas crianças;

Para as crianças tudo pode ser um brinquedo, até os enfeites de Natal. Coloque as decorações fora do alcance das crianças. Podem confundi-las com doces ou brinquedos e colocá-las na boca;

As velas só devem estar acesas na presença de um adulto e longe de almofadas e cortinas. Apague-as se houver crianças por perto ou se sair de casa. Não deixe fósforos ou isqueiros à vista, ao lado das velas;

Com muitas crianças em casa é preferível não ter a lareira acesa, mas se optar por fazê-lo certifique-se que tem uma proteção estável. Verifique igualmente que existe uma ventilação eficaz do local. Se utilizar aquecedores, afaste-os de zonas de circulação, de sofás, almofadas e cortinados;

Use luvas para evitar a irritação cutânea e ocular ao decorar com vidro fiado “cabelo de anjo”. Siga as instruções do recipiente com cuidado para evitar irritação pulmonar ao decorar com sprays de neve artificial.







Conclusão



Como vimos acima, apesar da ansiedade dos pais quererem agradar seus filhos, ou mesmo a correria para organizar a festa, não deve se descuidar da segurança. Como um bom preparador e sobrevivencialista deve verificar os presentes das crianças bem como objetos, enfeites embalagens, bexigas. Qualquer coisa por mais inofensivo que pareça pode ser letal. E sempre tenha a mão o telefone da emergência ou conheça o hospital mais próximo de sua casa. Em dias festivos ninguém quer pensar em acidentes, mas devem ser previstos para não acabar com o clima festivo. 


Dúvidas? sugestões? Deixem nos comentários. Se gostaram deem um curtir e compartilhem. E não esqueçam de clicar em um dos anúncios para nos ajudar a continuarmos com nosso trabalho. Muito obrigado.





              Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

 

 

 

 





Nossa Pagina no Facebook:



Canal no Youtube:


Twiter: 



Nossa Pagina no VK:



Conheça também nosso Grupo no VK:

Sobrevivencialimo Urbano, esteja preparado:












Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...