quarta-feira, 20 de junho de 2018

Combate Urbano: Jiu Jitsu é útil para montar minha autodefesa?


Em outras postagens abordamos alguns sistemas de combates que são ótimos para usar como base em sua autodefesa: o Muay thai, o boxe tanto pelo trabalho de condicionamento da velocidade e agilidade como a potencialização dos golpes. Assim como aprender a absorver os mesmos.  Agora vamos falar de artes complementares que vão começar a aumentar as suas habilidades de respostas e estratégias em um momento que seja necessário se defender.  

Vamos iniciar na postagem de hoje  com o Jiu Jitsu, muitas pessoas desconhecem a verdadeira riqueza que essa arte tem a oferecer para ampliar a gama de técnicas do combatente urbano: Imobilização, quebramento de articulações, estrangulamento, queda,  são algumas das técnicas que como veremos aqui são de extrema necessidade para a sobrevivência nas ruas, e até mesmo refinar o trabalho de quem é profissional da área de segurança, seja na área privada como publica.




 Jiu-Jitsu Esporte X Autodefesa


A maioria das escolas de Jiu Jitsu focam apenas na preparação no Jiu Jitsu para participação dos campeonatos, levando alguns praticantes a equívocos, achando que as técnicas são exclusivamente para a luta no chão . Sem dúvida levar o oponente para o solo é muito mais fácil para marcar pontuação e aplicar alguma técnica de imobilização em Campeonatos. Porém Jiu Jitsu é muito mais que isso. Apesar de ser  uma arte marcial esportiva, com a vitória baseada na imobilização, e contagem de pontos é uma arte muito rica que teve seus fundamentos no Ju Jutsu usado pelos Samurais no Japão Feudal nos campos de batalha. 



Muitos professores de artes tradicionais tentam desmerecer o Jiu Jitsu dizendo que é uma arte que não funciona, pois é uma luta no  chão, sendo uma arte limitada, comparada com as artes tradicionais milenares. Mas eles tentam sempre fazer isso para que seus alunos não conheçam outros sistemas.   

Apesar dos seus praticantes focarem na luta no chão, pela facilidade de marcar pontuações, as suas técnicas de imobilizações, estrangulamento, podem ser perfeitamente usadas contra um agressor na rua. Sendo amplamente ensinadas em cursos de formação tanto de profissionais de segurança seja privada ou publica, facilitando e muito para o profissional imobilizar o agressor, e algema-lo o  com facilidade sem a necessidade de ir ao chão.



Certa vez vi um cliente em uma loja de eletrônicos, insatisfeito com um equipamento que havia comprado que segundo ele não funcionava. Porte grande, forte e visivelmente alterado, perdeu o controle e começou a quebrar produtos que estavam expostos na loja. Um segurança se aproximou enquanto outro tentava argumentar com o cliente. Com uma facilidade incrível conseguiu dominar o cliente que ainda tentou se soltar e o conduziu para fora da loja sem ser necessário uma ação mais contundente.  E o Jiu Jitsu pode ser extremamente violento e eficaz. 

Imagine em uma situação em que você esteja lutando contra um agressor na rua, e você começa a golpeá-lo com vários socos, e percebendo que o oponente está  fraquejando agarra rapidamente um dos braços e o vira para trás. Você pode até mesmo quebrar facilmente esse braço, ou ainda adicionar uma técnica complementar por exemplo para sufocar o agressor em um mata leão até deixa-lo inconsciente ou até leva-lo a morte.


O próprio Krav Maga tem diversas imobilizações originárias do Jiu Jitsu. Veja e analise os vídeos, você verá lutador de Jiu Jitsu lutando contra diversos lutadores de artes tradicionais, e também como essa arte é ministrada em treinamento de segurança, até para uso de desarme de armas brancas ou arma de fogo.E veja por último o vídeo do rapaz que foi morto após uma discussão apenas com a aplicação de uma queda o arremessando no asfalto:


Royce Gracie contra estilos tradicionais.




Aplicação em situações de rua.

Em 2016, depois de uma discussão,  rapaz é morto ao ser arremessado no chão.




Rapaz se livra  do perigo aplicando mata leão no adversário.


Agora vamos analisar   as vantagens que o Jiu Jitsu oferece para complementar o seu sistema de autodefesa.

Técnica: Mulher escapando de agressor



Técnicas que Jiu Jitsu oferece ao combatente urbano


Com a  popularização global do UFC, todos puderam ver as artes marciais apresentadas em um contexto realista, que as academias tradicionais não ensinam. A única diferença que como a luta é dois a dois com regras e o juiz observando. É utilizado o Jiu Jitsu para imobilizar o oponente no solo para poder golpeá-lo e nocautear. Infelizmente muitos praticantes acostumados a treinar focado para academia e aplicar técnicas com maiores pontuações não percebem  a diferença na realidade das ruas. Onde o oponente pode sacar uma faca e desferir vários golpes abaixo de sua costelas acertando o baço e o fígado. Ou ainda um amigo do seu oponente se aproximar e chutar a sua cabeça, ou mesmo te esfaquear. Então vamos ver quais as habilidades que o Jiu Jitsu te oferece para o combate urbano:

Agarrar roupas:



Em dez lutas na rua, o agressor vai tentar segurar sua roupa principalmente se estiver em desvantagem. O Jiu Jitsu oferece a vantagem de usar isso ao seu favor arremessando o adversário ou quebrando a suas articulações. 


Imobilização



Todos os policiais ou agentes de segurança privada no mundo precisam saber imobilizar um suspeito. Muitas vezes até para protege-lo de si mesmo, pelo fato de estar fora de si, alcoolizado ou entorpecido com alguma outra substancia. O Jiu Jitsu tem inúmeras chaves para aplicar, nas mais variadas situações.

Estrangulamento:  



Existem várias formas de estrangulamento no Jiu Jitu. Que podem servir desde  fazer o agressor ficar imobilizado, perder a consciência, e até a mata-lo em segundos.

Escapar de imobilizações: 

O treino do Jiu Jitsu é muito prático, não tem como você "achar" que sabe. Ou sabe aplicar a técnica ou não sabe, pois está sempre praticando com colegas de pesos e altura variados e de níveis deferente de faixa. Isso torna as aplicações das técnicas ultra dinamitas. E outra vantagem, assim como aprende a aplicar, aprende também a como  escapar delas.

Quebrar articulações:



É incrível a condição vulnerável que fica o indivíduo que fica preso em uma imobilização. As articulações como cotovelo, ombro podem ser destruídos causando imensa dor e neutralizando ameaça. Podendo até mesmo causar danos permanentes.

Aprender a cair: 


Existem várias técnicas que quedas no Jiu Jitsu para evitar que seus praticantes se machuquem durante as disputas: queda lateral, frontal, de costa, rolamento, tudo isso pode fazer a diferença para não se machucar feio caso cais na rua, como você viu no vídeo acima onde o rapaz morre na hora.

Projeção: 



Apesar de não ser o foco no Jiu Jitsu você aprende uma boa base sobre projeções, aprendendo a arremessar o seu adversário ao solo, que de novo citando o vídeo acima pode levar até o indivíduo a morte.

Sair do solo: 

 
Nos Estados Unidos foram feitos estudos pelo departamento de policia que concluíram que mais de noventa por cento  dos confrontos na rua acabam no chão. Assim além do praticante saber como se virar no chão, ainda aprende formas de se livrar e voltar a ficar em pé rapidamente.


Treinamento prático:  

 
O Jiu Jitsu assim como o Boxe e o Muay Thai é pratico, tendo sempre luta nas aulas, além do rico condicionamento físico. Você realmente sente a dor das torções sabendo que elas funcionam.



Desarme de faca e arma de fogo:  



As técnicas de desarmes serão muito mais praticas e fáceis de aprender, quando entender toda a mecânica por trás dos movimentos. E o Jiuy Jitsu lhe proporciona esse conhecimento. Tanto que muitos professores de Jiu Jitsu também são instrutores em academia de formação de policiais. Sem utilizar as técnicas de solos, já que na rua ninguém está atrás de pontuação.
 



Entenda:





O Jiu Jitsu não é um sistema de autodefesa completo para as ruas, mas  suas técnicas de imobilização, estrangulamento, quebra de articulações e noção de solo são essenciais, para que  monte a sua autodefesa. Muito rica essa arte é perfeita para ser incorporada junto com o treino de uma arte combativa violenta como o Muay Thai e o Boxe. Se encontrar um bom professor de Jiu Jitsu, como eu tive a sorte de encontrar, ele vai te mostrar nas aulas de defesa pessoal o quão fácil é adaptar as técnicas do Jiu Jitsu sem precisar ir ao chão, como  fazem várias escolas de segurança publica e privada;

Outro fato interessante buscar treinamento com facas, bastões e armas improvisadas, como no Kali por exemplo, que irão complementar mais e mais sua capacidade combativa;

Técnicas sujas:



Não esqueça que fora do tatame você poderá adicionar técnicas sujar como atingir olhos genitálias esmagar garganta entre outras. Ou como na imagem acima, onde o personagem imobilizou o oponente e enfiou um lápis no ouvido.

Mesmo sempre buscando treinamentos de autodefesa para casos onde seja extremamente necessário se proteger e a sua família, nunca esqueça a importância da prevenção, que é noventa por cento da autodefesa;

Arma de fogo: 


E inclua em seu currículo quando puder um curso de manuseio de arma de fogo e tiro defensivo e ofensivo. Faça sempre cursos em escolas conceituadas com profissionais que entendam de segurança. 

Internet: 

 
Na internet tem muitos vídeos mostrando criminosos sendo dominados facilmente por policias com as técnicas de imobilização. Aproveite a rica fonte de informações que é a internet, e aprenda sempre mais sobre a realidade das ruas. Não se prenda apenas as palavras do seu instrutor.

Nos fóruns e nas redes sociais, é comum sempre ter idiotas que querem provar que esta ou aquela arte é superior. Não caia nessa, você como combatente urbano esta se preparando para o pior dos cenários para se proteger e aqueles que ama, e não para briguinhas em pátios de escola. Tem muita gente nas redes sociais que infelizmente não conseguem interpretar informações, nem se interessam por leitura, ou qualquer forma de aprendizado para desenvolver. Estes nunca vão crescer, pois fecharam a sua mente para informações novas.

MMA: Veja as cenas abaixo,  não é a toa que as técnicas  do Jiu Jitsu são utilizadas perfeitamente pelos lutados de MMA, já que já eram usadas a mais de um século pelos antigos guerreiros japoneses como dissemos acima:









Obras indicadas:


Livro:





Filme:





Conclusão


Quem está montando o seu sistema de autodefesa deve procurar como base, sistemas de combate onde o condicionamento físico e o combate sejam bem próximos do real. para aprender a bater e absorver o impacto dos golpes. Porém pensando em gradiencia de força é necessário aprender imobilizar e sair de imobilizações e situações de chão para voltar o mais rápido possível a postura em pé, e o Jiu Jitsu lhe proporciona isso.

Com seus princípios utilizados desde a época dos antigos guerreiros samurais, essa arte apesar de hoje ser uma atividade esportiva, ainda é muito forte e eficiente. Sendo ensinado amplamente em escolas de formação de agentes de segurança tanto em área publica, quanto privado tanto para imobilizar, conduzir e algemar o suspeito. Sempre estude e procure desenvolver sua autodefesa, se prepare para um  momento de crise, onde você pode precisar proteger sua esposa e filhos.



Dúvidas? sugestões? Deixem nos comentários. Se gostaram deem um curtir e compartilhem. E não esqueçam de clicar em um dos anúncios para nos ajudar a continuarmos com nosso trabalho. Muito obrigado.

  

E não esqueça de  visitar nossa biblioteca sobrevivencialista virtual, clicando na imagem abaixo: 


http://centrodeestudomars.blogspot.com.br/p/biblioteca.html


Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

  

Colaboração:

 Dr. David S. 

 

Conheça Também:

Conheça nosso Canal no Youtube:

Conheça nosso canal do Facebook:

   

Trailer do Canal:



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...