domingo, 10 de junho de 2018

Oito armas: A base para montar a sua autodefesa


Como combatente urbano é imprescindível que tenha antes de tudo uma base de experiência e técnicas em combate, e a partir dai complementar o seu sistema de autodefesa com técnicas de faca, bastão entre outras. Conhecer o básico de ataque e defesa, absorção e aplicação de golpes   são imprescindíveis se quer aprender a lutar em um cenário real de maneira efetiva.

Mas se não tiver um bom alicerce para montar o seu castelo nada adiantará olhar vídeos na internet, ou fazer cursos, seminários ou ainda pegar dicas com amigos. Uma arte marcial combativa que lhe dará uma boa base pra  se condicionar é o Muay thai. Com ele é possível aprender o principio das oito armas (canela, joelho, punho e cotovelos), que lhe dará um alicerce forte, assim como condicionamento físico, fortalecimento combativo e preparo psicológico para o confronto real. Hoje vamos falar um pouco sobre essa arte poderosa e brutal.





A história da arte  violenta 



O Muay Thai, arte marcial tailandesa, foi desenvolvida acerca de dois mil anos, inicialmente com caráter militar e posteriormente competitivo, e desde o inicio da sua história tinha o perfil de extrema brutalidade e ferocidade, onde combatentes lutavam usando tiras de algodão  nas mãos, com cola e caco de vidro em alguns casos para causar maior dano ao oponente. Com o tempo foi se adaptando regras e equipamentos de segurança, se tornando o esporte que conhecemos. As técnicas executadas com todos os membros disponíveis: punhos, cotovelos, joelhos e canelas foram refinadas ao longo  de anos, evoluindo rapidamente ao longo dos séculos em uma arte que é incrivelmente simples em sua forma e execução, mas altamente impactante em seu efeito e versatilidade.


E o Muay Thai apesar de sua simplicidade. tanto o seu treinamento funcional de fortalecimento e agilidade, quando as aulas de lutas são fantásticas para qualquer combatente urbano usar como base para montar o seu sistema de autodefesa. Com socos, caneladas, cotoveladas e joelhadas extremamente poderosas, é uma das artes marciais mais temidas. O seu treinamento de técnicas visa extrair o máximo de qualidade  praticamente fazendo combinações tanto de membros superiores, como inferiores. E sem falar que com o treinamento constante de combate, o possibilita o praticante sentir uma parcela da realidade de um confronto real, onde terá que bater e absolver os  golpes. O muay thai prepara física e psicologicamente o praticante para o combate. E a partir desta arte poderemos posteriormente usando sua base ricamente forte em outros sistemas de defesa, sem restrições ou pudores psicológicos. Isso sem falar que com sua simplicidade e economia dos movimentos podem em o praticante em pouco tempo verá resultados interessantes aparecerem. Diferente de outros sistemas tradicionais que dizem ser necessário três anos para alguém estar pronto para o treinamento de luta.Vamos dar uma olhada mais detalhada nas oito armas utilizadas no Muay Thai.




O punho


No Muay Thai, os punhos são sem dúvida as armas mais usadas a médio alcance. A técnica e execução de socos  são semelhantes aos socos no boxe. A diferença não vem da técnica ou mecânica envolvida na execução dos socos, mas na maneira e forma em que eles são lançados, o que é em grande parte devido ao trabalho com as pernas, e forma de guarda comumente usado no Muay Thai. O soco jab, direto, cruzado, gancho, upper e variações deles, são executados mais ou menos com a mesma mecânica que a do boxe com o giro dos quadris e do pé para trás cada soco para o melhor equilíbrio possível de velocidade, potência e explosão.

E como está no boxe, o punho principal funciona como um soco mais rápido, porém menos potente. O jab é a técnica mais usada no punho. Um jab leve e calculado para ajudar os lutadores a medir seu alcance no ringue. É também usado melhor como um soco rápido e agudo para fornecer um efeito impactante o suficiente para atordoar o adversário, a fim de acompanhar outros golpes de outro ou mesmo do mesmo membro, como uma cotovelada por exemplo.

O soco mais poderoso da mão principal é sem dúvida o gancho, mas o upper, embora raramente executado como um ataque inicial, pode sem dúvida causar um efeito igualmente devastador,  se for dada na posição e ângulo correto. O punho em posição anterior é a principal técnica de poder disponível para um lutador de Muay Thai na faixa intermediária. Quer seja um cruzado, um gancho ou o upper, os  socos executados a partir deste punho contêm o maior poder e são geralmente responsáveis ​​por golpes significativos com pontuações altas ou nocauteando o adversário.


No entanto, enquanto a técnica e execução de socos em Muay Thai traçam paralelos com o boxe, o uso de punhos em Muay Thai pode sem dúvida desempenhar muitos mais papéis, combinando com técnicas de chutes e joelhadas, para enganar o adversário. A prática semana trará o praticante o instinto combativo, agilidade e adaptabilidade suficiente para criar sequências e estratégias com diversas combinações.




Os cotovelos


O uso de cotovelos no Muay Thai é único. Muitas outras artes marciais e esportes de combate, como o karatê e o taekwondo, podem incluir ataques de cotovelo, mas nenhum deles permite que os cotovelos sejam usados ​​de maneira tão prática e frequente quanto o Muay Thai. Isso garante ao lutador médio uma vantagem significativa sobre os praticantes da maioria das artes marciais. Eu presenciei em duas ocasiões artistas marciais tradicionais faixas pretas saírem com o nariz quebrado, e as camisetas sujas de sangue depois de fazer um treino de combate  dentro da academia com lutadores de Muay thai que não tinham nem um ano de prática. Isso ocorre porque os cotovelos funcionam muito bem como armas altamente contundentes. Quando executados corretamente, eles têm a capacidade de causar cortes graves no rosto, ou até mesmo terminar uma briga por completo.  Além disso, devido à estrutura e rigidez do cotovelo e da lâmina do antebraço conectada ao cotovelo, os golpes de cotovelo são capazes de cortar e penetrar através da guarda de um oponente como nenhum outro golpe consegue. Este é sem dúvida um dos aspectos mais distintos e benéficos do ataque do cotovelo.

Ataques usando os cotovelos são geralmente executados em curto alcance. Assim, mesmo em uma situação em que dois lutadores estão muito  próximos, onde o uso de socos e chutes é quase impossível, o lutador médio de Muay Thai ainda é capaz de ser efetivo e até mesmo dominar e devastar seus oponentes com cotoveladas, e golpes de joelhos que sem dúvida ótimos complementos para finalizar de maneira brutal o adversário. Alguns dos ataques de cotovelo mais utilizados em Muay Thai incluem os golpes de cotovelo horizontal, ascendente, cortante / diagonal, cortante e giratório.




Os joelhos



Nenhuma outra arte marcial chega nem perto da maneira como os joelhos são utilizados no mundo do Muay Thai. E como as cotoveladas de Muay Thai, as técnicas de joelhadas combinadas com um conhecimento abrangente de luta  são sem dúvida o que coloca a antiga “Arte dos Oito Armas” longe de todas as outras artes marciais marcantes. Os golpes de joelho são sem dúvida um dos aspectos mais letais e importantes do Muay Thai. Muitas vezes, comparado com as  lanças da guerra antiga, um ataque de joelho bem colocado na área direita do corpo certamente irá significar o fim para sua vítima. Os golpes refinados de joelho usados ​​no Muay Thai têm o potencial de deixar um oponente completamente, e totalmente inconsciente.



No Muay Thai, existem principalmente oito técnicas comuns diferentes do joelho que podem ser usadas de médio alcance, de curto alcance ou no usado com mais frequência no clinch. A intenção geral do uso do joelho como arma, especialmente no clinch, é quebrar gradualmente o corpo do oponente com a dureza e rigidez da articulação do joelho, que é alimentada com a grande quantidade dos músculos da coxa e quadris. A quantidade devastadora de força que pode realmente ser gerada em certas técnicas do joelho é assustadora e humilhante. Um golpe direto no joelho, por exemplo, foi provado ser igual ao poder de um acidente de carro de 56,3 quilômetros por hora.



As canelas / pés


O roundhouse kick é sem dúvida a técnica de chute de força mais usada nos esportes de combate. E de todas as variações do roundhouse kick através das muitas artes marciais do mundo, é a versão refinada usada no Muay Thai que causa o maior medo no mundo do combate desarmado. O que o torna  tão único quando comparado a todas as outras artes de combate desarmadas é, sem dúvida, o uso que  faz dos cotovelos e dos joelhos. Mas não se enganem sobre isso, é o uso das pernas e pés que a arte antiga construiu sua base. E é através da simplicidade, poder e técnica de seus chutes que o Muay Thai chamou a atenção de milhões de fãs de luta em todo o mundo.

A mecânica por trás do famoso round kick de Muay Thai funciona muito bem como um bastão. Como as armas longas e médias do Muay Thai, o chute circular é jogado usando o máximo possível de todo o corpo; com as pernas, quadris, e também os braços. A rotação de todo o corpo ao chutar o adversário com a canela causa um impacto altamente explosivo. Então, se eles são jogados na cabeça, corpo ou pernas de um oponente, o chute muay thai gera uma quantidade mortal de força que é incomparável com qualquer outro ataque. Outra maneira de aplicação dos chutes de Muay Thai é através de seus impulsos de pé, também conhecidos em tailandês como teeps. Muitas vezes considerada como uma das mais subestimadas e talvez também as mais subutilizadas de todas as técnicas em Muay Thai, o teep aprimora as capacidades ofensivas, e defensivas de um lutador de Muay Thai e desempenha um papel enorme na eliminação mental de um oponente.





Observação importante:


O Muay thai como disse é uma ótima arte marcial para formar uma base, não é uma defesa pessoal para rua. ele é fantástico para te condicionar , fortalecer e principalmente acostumar a bater e apanhar. Sempre treinando com colegas de altura e peso diferente. A partir dai você pode complementar como achar melhor, por exemplo: Boxe, para pegar movimentação de ombros e jogo de pernas, kali para aprender usar bastão, lâminas e armas improvisadas, Jiu Jitsu para aprender imobilização, e um pouco de solo para uma emergência. Mas lógico você pode acrescentar várias outras em sua base, sem se esquecer lógico de fazer um curso de manuseio de arma de fogo, em um lugar devidamente credenciado para aprender tiro defensivo e ofensivo, assim como progressão tática, vale muito a pena. Procure sempre se aprimorar para se proteger e a sua família em um momento de crise, e seja ser seu próprio mestre, afinal você é um sobrevivencialista e combatente urbano.



Obras indicadas:
 

Filmes :













Conclusão




Como vimos, apesar do Muay Thai ser uma arte para combate com regras tanto a sua parte de condicionamento como a parte combativa são extremamente fortes. Fornecendo assim uma sólida base para que você monte seu combo de autodefesa. Como combatente urbano e sobrevivencialista, não fique preso a instituições e organizações marciais que não estão nem ai pra você e sua família, querem apenas pagar o aluguel de sua academia. 

Monte o seu sistema que se adeque a sua necessidade para uma eventual crise  possa defender sua família. Só não esqueça em momento oportuno procurar fazer um curso de manuseio de arma de fogo e tiro defensivo e ofensivo, pois esse é sua principal linha de defesa para proteger eventualmente de criminosos. Na rua não existe dublês, nem refilmagem de cenas, é apenas uma chance. 



Dúvidas? sugestões? Deixem nos comentários. Se gostaram deem um curtir e compartilhem. E não esqueçam de clicar em um dos anúncios para nos ajudar a continuarmos com nosso trabalho. Muito obrigado.

  

E não esqueça de  visitar nossa biblioteca sobrevivencialista virtual, clicando na imagem abaixo: 


http://centrodeestudomars.blogspot.com.br/p/biblioteca.html


Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

  

Colaboração:

 Dr. David S. 

 

Conheça Também:

Conheça nosso Canal no Youtube:

Conheça nosso canal do Facebook:

 

Trailer do canal:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...