domingo, 17 de junho de 2018

Rasgar, cortar e furar: Você é sua melhor arma


Muitos alunos me perguntavam sobre equipamentos para montar o EDC de autodefesa. O problema é que nem todo mundo tem condições de comprar o melhor equipamento ou a melhor marca, já que qualidades dos materiais que são utilizados para fabricar o equipamento reflete no preço do produto final. Sabendo da necessidade de portar equipamentos de segurança, e da dificuldade financeira do país devemos mudar o foco. 

Devemos entender que nós somos a verdadeira arma e os equipamento (facas, soco inglês, bastão ...) são apenas extensões de nosso corpo. O equipamento pode ser substituído facilmente como veremos a seguir.




Você é a arma


Nunca se esqueça você é a arma, o resto são meras ferramentas. Se não tiver atitude e brutalidade, pensamento rápido e protocolos mentais pré estabelecidos pra agir de forma impactante frente a uma crise, poderá estar segurando uma AK47 e não adiantar nada. Por outro lado quem consegue manter uma natureza primitivista e violenta com uma faca de cozinha pode fazer um tremendo estrago rasgando artérias, e abrindo gargantas. Sempre falo nas postagem a necessidade do combatente urbano conhecer o básico de anatomia, isso fará muita diferença quanto a sua letalidade.

Entenda: Se a pessoa tem condições de ir comprando um equipamento de qualidade feito de metal X ou Y isso é ótimo. Mas se não tem isso não é problema, apenas vai arrumar substitutos em objetos comuns e sempre carregar duas. Por exemplo, se quebrar uma faca de carne no momento da batalha , a lamina ou o cabo, você já tem que ter outra backup para puxar.  Abaixo vamos ver as principais ferramentas de EDC e seus possíveis substitutos:


Bastão


Um ótimo item para se ter a mão, uma arma contundente que potencializa a sua força em um único. Pode ser facilmente substituído por uma pequena barra de ferro, um pé de cabra, um pedaço de madeira. A maioria dos homicídios resultantes de politraumatismo são oriundos desses objetos comuns.








Faca, punhal



Praticamente quase todos os homicídios, assaltos são resultantes de facas comuns usadas na cozinha. Carregar duas facas de carne é uma ótima opção. Caso uma quebre no combate ainda pode sacar a outra rapidamente com o devido treinamento.


Observe a imagem abaixo,  facas comuns com cabos de madeiras que feriram violentamente as vitima na luta:







Push Dagger



Uma ótima arma para você perfurar abaixo das costelas de seu adversário, assertando o fígado ou o baço.  Caso você tenha caído no chão e seu adversário está em cima de você socando ou tentando estrangula-lo, pode usar uma chave de fenda bem afiada ou um furador de coco por exemplo.








 Kubotan
 

Bastões curtos ótimos para portar para autodefesa, aqui no caso podem ser facilmente substituídos por pequenos pedaços de cabo de vassoura serrados. por exemplo.

Armas articulas


Armas muito poderosas e capazes de causar hemorragia interna, e fraturas, pode ser substituídas por pedaços de corrente grossa.




Soco inglês 

Objetos Soco inglês é uma ótima ferramenta para causar traumatismos ósseos,  e ferimentos internos. Qualquer objeto que consiga envolver as mãos confortavelmente deixando entre os dedos saliências podem ferir e muito:



Veja abaixo vítimas de espancamento por soco inglês:




Antonio López Chaj vítima de golpe de soco inglês, seu crânio do lado esquerdo foi estilhaçado.

Garrote



O fio de serra é fantástico para ser usado como garrote, sem falar que além do estrangulamento, corta com muita facilidade. Pedaços de Fios usados,  fios metálicos poderia ser usado da mesma forma, para causar asfixia.










Veja ferimento de estrangulamento:




Tomahawk  e Krukis



Distração: Armas para causar cortes e esmagamento da carne podem ser feitos com instrumentos comuns, como machado, facão picareta. Substituindo facilmente em relação a destruição de tecidos instrumentos mais caros como a kruki e o tomahawk.


Veja abaixo ferimentos causados por instrumento corto contundentes:






Lembre-se: Os Terroristas conseguem dominar até aviões usando simplesmente facas como vimos no atentado de  11 de setembro. A sua mente é a arma, para destruir o inimigo você precisa acertar o local certo, um golpe, um tipo, uma facada no ponto correto pode ser fatal. Não adianta estar armado e dar vários tiros se esses pegarem em onde não haja órgãos vitais, então como disse acima estudar anatomia é necessário.

Esqueça bobagens como pontos de aculturara, ou pontos que paralisam, comece a pensar de forma brutal. Depois que conseguir os principais pontos arteriais e localização dos órgãos internos, faça exercícios mentais, se imagine lutando pela vida contra vários inimigos. Imagine rasgando a coxa para acertar a artéria femural, os braços , bíceps na localização da artéria, por baixo das costelas para chegar no coração sem o impedimento da caixa toráxica. Se imagine como a criatura mais carniceira e feroz do mundo.

Meu objetivo é que você sobreviva na rua e proteja suas famílias, o que escrevo é para combate urbano. Dito isso gosto de todas as artes marciais cada uma com seu objetivo. Agora abaixo veja os imagens de ferimentos mortais causados por armas improvisadas: martelos, cutelo, sapato, madeira, faca de cozinha, entre outras. E entenda o quão perigoso pode ser o ser humano quando direciona toda o seu primitivismo contra um adversário:































Conclusão



Infelizmente nem todas as pessoas tem condições de comprar itens para seu EDC de autodefesa. Mas nem por isso se justifica andar desprevenido, e isso talvez seja uma boa oportunidade para você exercitar sua imaginação combativa. Afinal a maioria das armas  que são usadas em brigas e discussões do dia a dia, são objetos encontrados na hora como pedras, pedaços de madeiras e facas comum de cozinha. O importante é que você entenda é que você é a arma o resto são ferramentas. 

Conhecimento em anatomia humana, brutalidade e ferocidade e a vontade de ver o sangue do inimigo jorrar é o que vai fazer a diferença na hora de proteger a sua vida em uma crise. Armas top com bom material são sem duvida a meta de todo combatente urbano mas no final são apenas ferramentas. Se você não se preparar adequadamente física e psicologicamente, não passaram de metal e polímero. Crie seu EDC improvisado, e poste aqui para que todos possam trocar ideias.

Aprenda com Jason, ele usa qualquer ferramenta que vem a mão.


Dúvidas? sugestões? Deixem nos comentários. Se gostaram deem um curtir e compartilhem. E não esqueçam de clicar em um dos anúncios para nos ajudar a continuarmos com nosso trabalho. Muito obrigado.

  

E não esqueça de  visitar nossa biblioteca sobrevivencialista virtual, clicando na imagem abaixo: 


http://centrodeestudomars.blogspot.com.br/p/biblioteca.html


Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

  

Colaboração:

 Dr. David S. 

 

Conheça Também:

Conheça nosso Canal no Youtube:

Conheça nosso canal do Facebook:

   

Trailer do Canal:



5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Ótimo! Disse o principal, não adianta ter a ferramenta se na hora do combate você hesitar em usar.
    Ouvi um caso de um Tenente da Polícia Militar, que deparou dois assaltantes em um carro fugindo do roubo... Pelo que me disseram, o Tenente tinha uma visão perfeita para os criminosos que estavam dentro do carro, mas exitou em apertar o gatilho, e nisso, os criminosos dispararam contra a viatura, acertando o parabrisas que por sorte não atingiu o motorista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala MRE! Sim é verdade, sempre se deve focar em sua preparação psicológica para em uma situação de crise não congelar. E também no seu conhecimento técnico, pois conhecimentos em modalidades diferentes de autodefesa, assim como um conhecimento básico em anatomia humana para conhecer a localização de pontos vitais como artérias, órgãos podem virar o jogo a seu favor em várias situações de legítima defesa. Obrigado por acompanhar.

      Excluir
  3. Ótimo texto! Realmente, devido as condições do pais hoje, é difícil conseguir bons equipamentos de defesa. Improvisei um pequeno kit de defesa com canivete, facão, nunchaku de fabricação caseira mas muito resistente e um machado curto. Saiu bastante barato. Quando me for possível, irei investir em uma arma de fogo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bem, boa escolha de armas. Da necessidade vem a criatividade. Obrigado por acompanhar.

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...