domingo, 25 de novembro de 2018

Sobrevivencialismo Urbano: Quadrinhos e e suas contribuições para o mundo real



Sempre gosto de falar da importância dos super heróis na transmissão de valores as crianças, mostrar de uma forma simples a ideia sobre bem e o mal, cidadania, ajudar o próximo, assim como foi feito com os heróis gregos no passado. Mas o que pouca gente sabe a importância da contribuição desses personagens não se limitam apenas as ideias abstratas, mas afetam diretamente o mundo real contribuindo e muito para a  sobrevivência urbano, vamos ver abaixo alguns dos principais exemplos.



1. Superman derrotou a Ku Klux Klan


Na década de 1940, a radionovela  "As aventuras do Superman" foi uma sensação, se transformando em um sucesso de audiência.  Em episódios semanais de áudio, o Supeman  enfrentou a kriptonita pela primeira vez, conheceu o fotógrafo Jimmy Olsen, entre outras coisas. E aproveitando o sucesso do programa do personagem o  escritor e ativista Stetson Kennedy decidiu para expor os segredos da Ku Klux Klan, ele buscou inspiração em um certo super-herói.

Na era pós-Segunda Guerra Mundial, a Klan experimentou um enorme ressurgimento. Seus membros estavam subindo rapidamente e sua influência política aumentava, então Kennedy se disfarçou para se infiltrar no grupo. Ao participar regularmente de reuniões, ele ficou a par dos segredos da organização. Mas quando ele levou a informação para as autoridades locais, eles tinham pouco interesse em usá-la.

 Stetson Kennedy infiltrado na KKK aprendendo seus códigos.

O Klan tornou-se tão poderoso e intimidador que a polícia hesitou em construir um processo contra eles. Lutando para fazer uso de suas descobertas, Kennedy se aproximou dos roteiristas da série de rádio Superman. Foi o timing perfeito, pois com a guerra acabada e os nazistas não mais uma ameaça, os produtores estavam procurando por um novo vilão para o Super-Homem lutar. O KKK foi um ótimo ajuste para o papel, em uma série de 16 episódios intitulada "Clan of the Fiery Cross", em tradução livre seria Clã da cruz ardente os escritores colocaram o Homem de Aço contra os homens de capuz branco.

 
Conforme o enredo progrediu, os shows expuseram muitos dos segredos mais bem guardados da KKK. Ao revelar tudo, desde palavras de código a rituais, o programa despojou completamente a Klan de sua mística. Duas semanas após a transmissão, o recrutamento da KKK caiu para zero. E em 1948, as pessoas estavam comparecendo aos comícios da Klan apenas para zombar deles, sem novos recrutamentos e se tornando piada graças ao programa o o grupo foi levado a extinção.




2. Popeye salva  americana da crise


Todo mundo conhece o segredo de Popeye. Sempre que o marinheiro dos desenhos animados está prestes a perder uma luta, ele abre uma lata de espinafre, derrama os verdes na garganta e usa seus músculos sobrecarregados para agredir os oponentes. Mas menos pessoas sabem que o governo dos EUA é diretamente responsável por sua dependência de vegetais enlatados.

Nos anos 1930, a América estava atolada na Grande Depressão, e o governo estava procurando uma maneira de promover o espinafre rico em ferro como substituto da carne. Para ajudar a espalhar a palavra, eles contrataram uma das celebridades favoritas da América, Popeye o marinheiro. Em todas as histórias em quadrinhos, a força sobre-humana de Popeye nunca havia sido explicada. Mas com a campanha do governo em vigor, Popeye estava de repente mais do que disposto a compartilhar o segredo de sua força. Com certeza, logo depois que Popeye pegou o espinafre, as vendas americanas do poderoso vegetariano aumentaram em um terço. Melhor ainda, as crianças americanas classificaram como sua terceira comida favorita, logo após o peru e o sorvete.

Mas não foi apenas o espinafre que o governo estava endossando. Eles também estavam empurrando os méritos de comida enlatada. Autoridades norte-americanas queriam que os americanos soubessem que as latas eram a maneira perfeita de estocar rações de emergência.

O entusiasmo do governo pelo espinafre baseou-se em parte nos cálculos do cientista alemão Dr. E von Wolf, que descobriu em 1870 que o espinafre contém ferro. Ao calcular os resultados, ele perdeu um ponto decimal, tornando assim “oficial” que o espinafre tivesse 10 vezes mais ferro do que realmente fez. Só mais tarde estes números foram revistos. 



3. Descoberta Científica do Pato Donald


Em 1966, o engenheiro dinamarquês Karl Krøyer desenvolveu um método para elevar navios afundados do fundo do oceano, injetando-os com bolas de espuma de poliestireno. No entanto, quando Krøyer tentou licenciar sua invenção com o escritório de patentes holandês, lhe foi negado. O Pato Donald o derrotara há vinte dois anos lhe passado a frente.




De fato, o conceito de Krøyer pode ser rastreado até um comic de Pato Donald concebido por Carl Barks. Além de ser o artista mais célebre dos quadrinhos do Pato Donald, Barks era conhecido por sua proeza científica. Assim, em uma história de 1944, quando Donald teve uma pancada na cabeça que o transformou em um gênio, o pato conseguiu murmurar: "Se eu misturar CH2 [um composto de metileno] com NH4 [amônio] e ferver os átomos na névoa osmótica, eu teria nitrogênio salpicado.

Embora parecesse absurdo, não era. Em 1963, os químicos PP Gaspar e GS Hammond escreveram um artigo técnico sobre o metileno, que incluía uma referência à história do Pato Donald. O último parágrafo dizia: "Entre as experiências que, até onde sabemos, ainda não foram realizadas, é uma das mais intrigantes sugeridas na literatura há 19 anos." Uma nota de rodapé revelou que "literatura" como Pato Donald em quadrinhos. Parece que o herói infantil  deduziu o princípio químico ativo muito antes de provar sua existência.

Aparentemente, o Dr. Gaspar tinha sido um fã de longa data do Pato Donald, e ele redescobriu a referência inicial de Donald ao metileno enquanto colecionava cópias antigas das aventuras clássicas. 



4. Um vilão do Homem-Aranha mantém as pessoas fora da cadeia


Em uma edição de 1977 do Homem-Aranha, o vilão, Rei do Crime, rastreia o herói usando um transmissor eletrônico que ele havia amarrado no pulso do super-herói. Um juiz do Novo México viu a beleza em seu plano. Inspirado pela tira, o juiz Jack Love recorreu ao vendedor de computadores Michael Goss e perguntou se ele poderia criar um dispositivo similar para rastrear suspeitos de crimes que aguardavam julgamento. 



Em 1983, Goss produziu seu primeiro lote de monitores eletrônicos.  Autoridades em Albuquerque, em seguida, testaram os dispositivos em cinco infratores, usando os gadgets como uma alternativa ao encarceramento. Hoje, os transmissores são comuns nos tribunais de todo o país, geralmente na forma de pulseiras eletrônicas de tornozelo. Na verdade, não foram os roteiristas do Aranha os responsáveis pela ideia do aparelho, a tecnologia vinha sendo estudada nos EUA pelo menos desde a Primeira Guerra Mundial. Mas foi o estímulo do gibi que levou o sistema a ser desenvolvido para monitorar os criminosos.




5. Batman e seu cinto tático


O Batman criado com seu batcinto serviu de inspiração para a criação do cinto tático para soldados e operacionais do mundo todo. O roteirista de Batman, Les Daniels, credita a Gardner Fox, o primeiro escritor, além de Bill Finger, a escrever as aventuras de Batman na Detective Comics,  a introdução do conceito de cinto de utilidades na Detective Comics # 29 (julho de 1939). 


Na primeira aparição, o cinto de utilidades do Batman "continha as cápsulas de gás sufocantes". Duas edições depois que o cinto de utilidade estreou, Fox também escreveu a primeira aparição de uma arma com tema de morcego, quando o batarang estreou na história "Batman vs. o vampiro " em Detective Comics # 31 (setembro de 1939).  O cinto tático usado por soldados e operativos, assim como do morcego tem todos os acessórios que o operacional possa precisar durante a missão.




6. Heróis espaciais - os maiores heróis 
 

Flash Gordon começou a ser publicado em jornais em 1934. Outra novidade: um foguete decolou verticalmente numa tira de Flash Gordon mais de vinte e cinco anos antes que no Cabo Canaveral. Buck Rogers também ensinou os engenheiros espaciais a se locomoveram no vácuo.


Existem vários boatos de que a NASA não tirava os olhos dos quadrinhos, sempre procurando soluções para seus projetos.


Imagem da série Buck Rogers, o herói   ao lado de sua  amada Wilma Deering.


Outro grande presente para a  humanidade que os quadrinhos do Buck Rogers trouxe foi a mini-saia que apareceu pela primeira vez num desenho de Dick Calkins para a amada de Buck, Wilma Deering.





7. Heróis de quadrinhos que inspiraram heróis reais

 
Os quadrinhos inspiraram e ainda inspiram muitas pessoas a procuraR profissões ou trabalhos em áreas sociais para ajudar as pessoas. Cristiano Zanetta de Matos é um destes exemplos, nasceu com dislexia, dislalia, disgrafia e discalculia. Aos 6 anos de idade viu sua casa pegar fogo com suas irmãs de 1 e 6 anos dentro. Ao chamar por socorro presenciou conhecidos saquearem sua própria casa, até que o Corpo de Bombeiros chegasse e salvasse a vida de suas irmãs. Com o trauma, todos os problemas se agravaram, e aquela criança nascida em Clevelândia, interior do Paraná, encontrou em Batman a força e a superação que precisava para viver.



E não só sobreviveu, como vive e dá vida a outras pessoas. Vestido de Batman, Cristiano visita crianças que lutam contra a depressão e o câncer, e usa de suas experiências de vida e de seus estudos, para motivar cada uma das crianças que conhece, que buscam a superação da doença para viverem seus sonhos.





 


Menção Honrosa

 

Stanley Martin Lieber, escritor, editor, publicitário, produtor, diretor, empresário e ator norte-americano, mais conhecido como Stan Lee, faleceu no último dia doze de novembro.  Como editor-chefe e presidente da Marvel Comics foi responsável pela criação em colaboração com vários artistas, incluindo Jack Kirby e Steve Ditko, cocriou diversos super-heróis incluindo o Homem-Aranha, Hulk, Doutor Estranho, Quarteto Fantástico, Demolidor, Pantera Negra e os X-Men, entre outros.


Além disso, desafiou a organização de censura da indústria de quadrinhos americana, o Comics Code Authority, indiretamente, falando de temas polêmicos pra época como o perigo das drogas, levando-a a atualizar suas políticas. Lee liderou a expansão da Marvel Comics de uma pequena divisão de uma editora para uma grande corporação de multimídia.


Posteriormente deixou a empresa para e se tornou presidente emérito da editora, bem como um membro do conselho editorial. Lee também era conhecido por fazer várias aparições em filmes da Universo Cinematográfico Marvel. Mas o grande legado de Lee foi ter deixado pra humanidade uma mitologia moderna onde as crianças poderiam sonhar com um mundo melhor, conhecer conceitos importantes, como a amizade, ajudar as pessoas, pensar no bem maior, inspirando a vida de muitas pessoas, inclusive deste blogueiro que escreve esta matéria.

   

 
 

Conclusão

Limpadores de janelas fazem surpresa para crianças em hospital.

Os quadrinhos são uma fonte inspiradora para bilhões de crianças pelo mundo todo, de conceitos como justiça, ajudar as pessoas, entender conceitos como responsabilidade, coletividade. Mas não para por ai, os quadrinhos inspiraram a criação de diversas invenções que ajudaram na vida real a humanidade. E ainda a muitos adultos que cresceram lendo quadrinhos se dedicaram a serviços para ajudar a população como segurança e trabalhos sociais.

Os quadrinhos se transformaram na mitologia moderna e inspiram desde sua criação até hoje as pessoas para melhorar o mundo a sua volta.


Alguém ainda duvida dos benefícios dos quadrinhos para a humanidade?

Dúvidas? sugestões? Deixem nos comentários. Se gostaram deem um curtir e compartilhem. E não esqueçam de clicar em um dos anúncios para nos ajudar a continuarmos com nosso trabalho. Muito obrigado.

  

E não esqueça de  visitar nossa biblioteca sobrevivencialista virtual, clicando na imagem abaixo: 


http://centrodeestudomars.blogspot.com.br/p/biblioteca.html


Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

  

Colaboração:

 Dr. David S. 

 

Conheça Também:

Conheça nosso Canal no Youtube:

Conheça nossa página no Facebook:

 

Trailer do Canal:

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...