quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Controle Subliminar: Como evitar que controlem a sua mente? Parte 2




Agora que vimos como funciona as tecnicas de engenharia de controle mentais desenvolvida por grupos de marketing, vamos aprender contra medidas para que sua mente não seja mais uma controlada por grupos empresariais, políticos e movimentos ideológicos. Pois como sobrevivencialista, combatente e preparador urbano você sempre deve buscar formas de se fortalecer tão fisicamente, mental e espiritualmente.


1. Desconfie de uma linguagem vaga: Uma das principais técnicas que a PNL tomou de Milton Erickson é o uso de linguagem vaga para induzir o transe hipnótico. Erickson descobriu que quanto mais vaga a linguagem, mais ela leva as pessoas ao transe, porque há menos que uma pessoa possa discordar ou reagir. Como alternativa, uma linguagem mais específica tirará uma pessoa de transe.



2. Desconfie da linguagem permissiva: "Sinta-se livre para relaxar." "Você é bem-vindo para testar este carro, se quiser." "Você pode aproveitar isso tanto quanto você gosta." Este foi um grande insight de hipnotizadores pré-NLP como Erickson: a melhor maneira de fazer alguém fazer algo, inclusive entrar em transe, é permitir que eles lhe deem permissão para fazê-lo. Por causa disso, os hipnotizadores habilidosos NUNCA lhe darão ordens para fazer algo, por exemplo, “entrar em transe”. Eles dirão coisas como “Sinta-se à vontade para ficar tão relaxado quanto quiser”.

3. Não compre em táticas de medo: Esta abordagem é mais popular entre os militares. Isto é por uma razão óbvia: para fazer você se conformar e aderir ao propósito do todo maior. Às vezes pensamos que não há outra escolha senão seguir o líder de cabeça baixa. Mas se olharmos um pouco mais, geralmente há outra maneira que não vimos antes.  Não se deixe arrastar para tomar uma decisão emocional no calor do momento. O pessoal de vendas está armado com técnicas de PNL especificamente para compras de impulso de engenharia. Não faça isso. Deixe e use sua mente racional.

4. Pesquisa diz: Pesquisas e estatísticas são frequentemente distorcidas para apoiar a agenda do apresentador. Só porque uma pesquisa diz algo, não significa que você tenha que acreditar. Mesmo que seja de uma fonte respeitável, tenha em mente que todos têm interesses e inclinações. Podemos ver isso nas pesquisas de IBOPE que nunca batem com a realidade das urnas nas eleições.

5. Esteja consciente das mensagens subliminares: Os anunciantes descobriram habilmente que podem vender algo muito mais fácil se associado a um certo estilo de vida. Um Mercedes é igual a luxo e classe alta; um jipe ​​significa que você é robusto e aventureiro. Você define a maneira como você vive; seu estilo de vida não define você.


6. Autoridades no assunto:  A palavra “autoridade” deriva da palavra autor, que significa simplesmente aquele que originou a ideia. Isso não significa que eles estão certos ou que são exemplos máximos sobre o assunto. Obtenha o máximo de opiniões possíveis antes de tomar uma decisão e confie em seu senso comum.

7. Esteja sempre informado antes de decidir: Você já notou que pessoas extremamente entusiasmadas têm uma habilidade incomum de influenciar os outros? Sua certeza inabalável leva os outros a segui-los, simplesmente porque eles não têm uma opinião forte de uma forma ou de outra. Se você não sabe, não deixe a certeza de alguém forçar você a fazer uma escolha. Faça sua própria pesquisa e chegue à sua própria conclusão.

8. Siga seu instinto: Siga seu instinto / intuição. Se você acha que algo é obscuro, é provável que seja. Sua mente geralmente quer prolongar a tomada de decisão até obter todos os fatos. Você normalmente descobrirá que depois de ter resolvido tudo, seu intestino estava certo o tempo todo. Poupe algum tempo e confie em si mesmo.

9. Evite o efeito manada: Seguir a multidão é bom se você está fazendo essa escolha conscientemente. Todos nós já ouvimos o ditado "se alguém lhe dissesse para pular de uma ponte, você pularia?" Não tenha medo de ser diferente. 

10. Não seja um viciado em tendências: O creme de barbear “recém-reformulado” é muitas vezes apenas um design de embalagem recém-reformulado. Se você tiver que comprar uma nova versão de sua câmera, telefone ou iPod a cada seis meses, você está consumindo ou sendo consumido.



11. Seja extremamente cauteloso com as pessoas copiando sua linguagem corporal: Se você está conversando com alguém que pode ter conhecimento em PNL, e você percebe que eles estão sentados exatamente da mesma maneira que você, ou espelhando a maneira como você tem as mãos, teste-os fazendo alguns movimentos e vendo se eles estão a mesma coisa.


12. Mova seus olhos em padrões aleatórios e imprevisíveis: os oradores formados em LPN, especialmente os que se utilizam da indução de rapport,  estará prestando  incrivelmente atenção aos seus olhos. Você pode pensar que é porque eles estão intensamente interessados ​​no que você está dizendo, mas o que eles se   importam com seus pensamentos: eles estão observando seus movimentos oculares para ver como você armazena e acessa informações. Em alguns minutos, eles não apenas saberão quando você está mentindo ou inventando algo, como também descobrirão quais partes do seu cérebro você está usando quando fala, o que pode depois, leva-los a entender o que você está pensando que eles quase parecem ter algum tipo de percepção psíquica em seus pensamentos mais íntimos. Um truque inteligente para isso é simplesmente lançar os olhos ao redor aleatoriamente. Olhe para a direita, para a esquerda, para os lados, para baixo. Faça parecer natural, mas faça isso aleatoriamente e sem nenhum padrão. Isso irá enlouquecer uma pessoa da PNL porque você estará perdendo a calibração.

13. Não deixe ninguém te tocar: Isso é bastante óbvio e meio que é desnecessário dizer em geral,  digamos porém que você esteja conversando com um orador com conhecimento em a PNL, e você se encontra em um estado emocional agitado,  comece a rir muito, fique  irritado, ou algo similar  e a pessoa que você está falando te toca enquanto você está nesse estado. Eles podem, por exemplo, bater em você no ombro. O que acabou de acontecer? Eles ancoraram você para que, mais tarde, se eles quiserem colocá-lo de volta no estado em que você estava, eles possam.


14. Leia entre as linhas: As pessoas da PNL usarão consistentemente a linguagem com significados ocultos ou em camadas sutis. Por exemplo: "Dieta, nutrição e sono comigo são as coisas mais importantes, você não acha?" Na superfície, se você ouvir essa frase rapidamente, pareceria uma declaração óbvia com a qual você provavelmente concordaria sem pensar muito. Sim, é claro que dieta, nutrição e sono são coisas importantes, com certeza, e essa pessoa realmente gosta de ser saudável, isso é ótimo. Mas qual é a mensagem em camadas? "Dieta, nutrição e sono comigo são as coisas mais importantes, você não acha?" Sim, e você apenas inconscientemente concordou com isso.

15. Observe sua atenção: Tenha muito cuidado com o zoneamento das pessoas da PN, cuidado com palavras chaves que muitas vezes não estão dizendo nada mais do que você já sabia. Dentro de uma palestra por exemplo o orador pode dizer; " Terá isso de graça", quando na verdade está se referindo a um item dentro da proposta que realmente nunca é cobrado.



16. Descriptografe a rotação da mídia: A mídia usa muitas ferramentas e ângulos diferentes para sensacionalizar as coisas que não são inerentemente sensacionais. “Especialistas" que nada tem a ver com o assunto geralmente são  apresentados pela mídia, assim como pesquisas suspeitas que pouco realmente tem haver com a realidade.






Obras indicadas:


Livros:







 Filmes:




Documentário:






Conclusão:


Como pudermos  ver nesta matéria, somo cercados por mensagens subliminares, pois  o controle e o poder  depende que as ovelhas concordem e gostem com o que você quer oferecer a elas. Seja um produto, uma ideologia seja política ou de determinado grupo. E com os avanços tecnológicos e o aparecimento da internet essa forma de controle encontrou novas formas de expandir suas táticas de persuasão, e pior eles te convencem que a escolha foi ideia sua, quando na verdade você só tem partes da informações do que lhe é oferecido.

O indivíduo acaba até mesmo defendendo ideias, não tendo opinião própria tecendo comentários vagos com apenas as partes da ideologia que lhe foram oferecidas. E com isso confundem opiniões reais com comentários vagos e sem qualquer base de conhecimento. Você sobrevivencialista não  deixe dominarem sua mente, seja independente sempre e não siga o rebanho.

Tudo bem, eu entendi que você não acredita em controle mental.

Dúvidas? sugestões? Deixem nos comentários. Se gostaram deem um curtir e compartilhem. E não esqueçam de clicar em um dos anúncios para nos ajudar a continuarmos com nosso trabalho. Muito obrigado.

  

E não esqueça de  visitar nossa biblioteca sobrevivencialista virtual, clicando na imagem abaixo: 


http://centrodeestudomars.blogspot.com.br/p/biblioteca.html


Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

  

Colaboração:

 Dr. David S. 

 

Conheça Também:

Conheça nosso Canal no Youtube:

Conheça nossa página no Facebook:

 

Trailer do Canal:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...