terça-feira, 26 de março de 2019

MAC-10: Uma americana pequena e vibrante - Parte 1



Nesta postagem vamos falar sobre a submetralhadora M10, mais conhecida como Mac-10. Vamos conhecer a sua história, fundionamento e desenvolvimento, assim como suas variantes e diferentes calibres.

Observação importante: As informações presentes nesta matéria são para o público maior de 18 anos, para fins de conhecimento didático, e treinamento combativo baseado na legítima defesa e estrito comprimento legal que estão em nossa constituição e Código Penal. O uso indevido dessas informações, bem como suas consequências é de responsabilidade única e exclusivamente de quem praticar e desobedecer a lei. Então use o cérebro.



Depois de ler a mensagem acima podem iniciar a leitura do artigo abaixo:








História e desenvolvimento



O design do MAC-10 começou em 1964 por Gordon B. Ingram.  Ingram foi um ex-associado da Police Ordnance Corporation antes de sair para desenvolver o MAC-10.  Ele fez uma parceria com Mitchell Werbell III, um ex-agente da OSS e CIA e fundador da SIONICS, uma empresa centrada no desenvolvimento e vendas de supressores e silenciadores capacitados por armas de fogo e sua parceria a Corporação de Armamento Militar (MAC).  Seu principal produto seria o MAC-10, com  esperança de terem grandes vendas  para os militares dos EUA durante a atual Guerra do Vietnã.


Para o observador casual, o MAC-10 apresentou um design não muito diferente da série UZI feita por Israel (assim como outras metralhadoras que imitaram esse layout geral de design).  Sucesso para o MAC-10, como uma série, mostrou-se bastante elusivo durante o seu mandato.  A submetralhadora foi exibida por alguns grupos, geralmente especiais, em todo o mundo, incluindo os SEALs da Marinha dos Estados Unidos durante a Guerra do Vietnã de 1970 a 1976. A Military Armament Corporation provou estar subfinanciada para o empreendimento e logo entrou em falência.  Adicionalmente, restrições recentes foram colocadas na exportação de supressores de som para mercados estrangeiros.  Como as capacidades de supressão do MAC-10 eram um dos seus principais pontos de venda, as partes interessadas no cenário global logo se retiraram de potenciais compras e alguns pedidos em andamento foram cancelados imediatamente depois que as restrições à exportação foram anunciadas.  A Military Armament Company saiu do mercado em 1976. O design do MAC-10, no entanto, sobreviveu quando foi passado de empresa para empresa, cada um tentando - por sua vez - lucrar com a única metralhadora.  Nenhum conseguiu salvar o MAC-10 e a produção do sistema concluída em 1986. Enquanto uma arma inovadora em si, o MAC-10 não conseguiu ter o impacto comercial que era esperado.


Na próxima página vamos conhecer a estrutura e funcionamento da MAC-10.
 
http://www.centrodeestudomars.com/2019/03/mac-10-uma-americana-vibrante-parte-2.html
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...