segunda-feira, 1 de abril de 2019

Combate extremo: Tutorial para perfurar órbitas e vazar os olhos dos seus inimigos



Quando falamos em combate real sempre comentamos aqui em nossas postagens o uso da violência extrema e a necessidade do recondicionamento mental para acabar com os entraves que possa impedir de agir de forma brutal e feroz no momento do conflito onde sua vida e de seus familiares estão em risco. Dito isto hoje vamos abordar um dos principais pontos de vulnerabilidade que pode e deve ser usado contra criminosos como estupradores ou criminosos que queiram tirar sua vida, os olhos.

Uma estratégia muito eficaz e simples porém muitas vezes não é tão abordada quanto deveria em cursos de autodefesa, e principalmente em academia de artes marciais tradicionais que pregam pela não violência e até passividade se utilizando de tecnicas pouco sólidas e surreais. Se você quer está a altura para combater a violência dos predadores urbanos, se torne um predador. 

  

Observação importante: As informações presentes nesta matéria são para o público maior de 18 anos, para fins de conhecimento didático, e treinamento combativo baseado na legítima defesa e estrito comprimento legal que estão em nossa constituição e Código Penal. O uso indevido dessas informações, bem como suas consequências é de responsabilidade única e exclusivamente de quem praticar e desobedecer a lei. Então use o cérebro.



Depois de ler a mensagem acima podem iniciar a leitura do artigo abaixo:








Olhos: a janela da alma e da dor



O professor americano de autodefesa e autor Sanford Strong foi policial por trinta anos, deu aulas para policiais de combate urbano sempre levando em conta a realidade das ruas, ele escreveu em seu livro " Defenda-se, uma obra de sobrevivência ao crime urbano", obra um capítulo a parte só sobre como furar e arrancar os olhos. Muito dos seus alunos não entendiam quando abordava tais assuntos ou mesmo quando pedia para assistirem vídeos com violentaria de criminosos contra a vitima, mas a grande verdade é que ele queria que as pessoas que o procuravam para o curso de auto defesa urbana se desplugassem do condicionamento da moralidade social e entendessem se você quer realmente fazer autodefesa real, tem que entender o cenário real: 


a) Sobrevivência a todo custo;
b) Suportar dor;
c) Causar dor e ferimento estremo ao oponente.

Eu também vislumbrei o mesmo problema, as pessoas não querem esse tipo de responsabilidade, onde elas tem que mutilar outra pessoa, seja por motivos de condicionamento religiosos, moral ou filosófico, procuram cursos de autodefesa como um pacote mágico que uma vez aprendido estarão prontos para enfrentar qualquer oponente, independente do tamanho, numero ou tipo de arma que carregue.
 
Mas falando sobre técnicas violentas,  os olhos são uma das melhores formas de neutralizar um inimigo perigoso que quer lhe infligir grande dano, ou a seus entes queridos. Em situações que  só dispõe de frações de segundo que podem ser a diferença entre a vida e a morte, arrancar os olhos do agressor é sua melhor saída, porque eles são a parte mais sensível do corpo, exigindo pouquíssima força para perfura-los, ou esmagá-los com os polegares. Muitos animais utilizam dessa técnicas de ataque aos olhos dos predadores maiores para deixa estes desorientados,  como gatos quando são encurralados por cães ou a cobra naja como na imagem abaixo:


Afinal nossos olhos sobrepõe os outros sentidos para nos locomovermos, isso sem falar da sensibilidade causando muita dor qualquer corpo estranho em contato com os olhos. Muitas vezes nem precisamos tocar os olhos de alguém para provocar um  movimento reflexo de fechar os olhos. Muitas vezes só de arremessar algum objeto na direção dos olhos você consegue um minuto de distração para reagir. Uma ataque grave contra os olhos irá psicologicamente o agressor por causa dor e pelo instinto de auto preservação natural.

  
O fato é que na rua temos três segundos no máximo para virar o jogo a nosso favor. Então no lugar de desferirmos vários golpes de maneira aleatória nós  focarmos  100% de nossa força mental e física num único objetivo; procure os olhos e a traqueia do agressor.
Mulheres em geral são o alvo de atacantes desarmados, porque os homens são tidos como fisicamente mais fortes. Cerca de 80% dos homens que atacam mulheres fazem-no sem arma nenhuma. e o restante fazem uso de simulacros de armas ou facas. Na verdade, de perto, as mulheres podem ser tão eficientes e perigosas quanto os homens, observando a importância da brutalização e primitivismo na autodefesa porque não é necessário força para extrair olhos, morder alguma coisa, ou esmagar uma traqueia. Agora vamos ver como podemos destruir os olhos dos nossos oponentes.



Como fazer? 



Agora vamos ver as duas formas de destruir os olhos de nossos agressores que querem por fim a nossa existência:

a) Arranque os olhos: Contra um agressor que esteja querendo te estuprar ou matar estrangulado  que esteja desarmado esmurrando o seu rosto, estrangulando-o, etc., a resposta mais simples e efetiva é arrancar os olhos dele. Extrair olhos e não apenas cutucar com as pontas dos dedos (com o polegar e os outros dedos retos e rígidos). Não precisa ser perfeccionista, apenas enfie os dedos nos olhos dele e arranque-os, como se fosse uma fruta dentro de um recipiente. 

Esqueça o nojo, a sua vida e dos seus está em risco, seja primitivo, brutal e feroz.  arranque os olhos se dó. `

b)  Perfure com qualquer objeto: Pegue tudo que tiver a sua mão:  lápis, caco de vidro,  tesoura ou qualquer outro objeto que esteja a mão e perfure os olhos.

  
Reflita: Se você combatente urbano se deixar prender por entraves morais com receio  de deixar deixando outro ser humano inválido, ou se tiver dificuldade em crer que ele pode ser um assassino sádico, lembre-se que depois de te abater a sua família será a próxima estará minando seus próprios esforços para sobreviver.
 



Conclusão:


Os olhos são uns dos melhores pontos para se atingir o oponente em um combate real. Causar danos aos olhos podem ser a diferença entre a vida e a morte em uma situação desvantajosa por exemplo, caso esteja sendo estrangulado e levando vários socos caído no chão. Lembre-se agressores não terão misericórdia de você irão feri-lo, aleijá-lo, e até  matá-lo. E muitas vezes a sua família pode ser o próximo alvo.

Esqueça artes marciais convencionais, se quiser mesmo ser um combatente urbano abrace o seu primitivismo. Seja brutal, feroz e extremamente violento. Sempre fie.



Dúvidas? sugestões? Deixem nos comentários. Se gostaram deem um curtir e compartilhem. E não esqueçam de clicar em um dos anúncios para nos ajudar a continuarmos com nosso trabalho. Muito obrigado.





E não esqueça de  visitar nossa biblioteca sobrevivencialista virtual, clicando na imagem abaixo: 



http://centrodeestudomars.blogspot.com.br/p/biblioteca.html



Prof. Marcos Antônio Ribeiro dos Santos

  

Colaboração:

 Dr. David S. 

 

Conheça Também:

Conheça nosso Canal no Youtube:

Conheça nossa página no Facebook:

 

Trailer do Canal:

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...