sábado, 13 de abril de 2019

Reprogramação Neurolinguística Combativa (RNC): Se transformando em uma máquina de matar


Sempre abordamos aqui no Centro de estudo MARS a importância para montar a sua autodefesa a plena consciência que combate real é a capacidade de machucar, aleijar, mutilar, quebrar e até mesmo matar seu agressor para proteger a sua  vida e de seus entes queridos sem a mínima compaixão, arrependimento ou qualquer outro entrave moral teofilosófico.

Se você quer mesmo fazer isso, montar sua autodefesa efetiva, aconselho seriamente além de escolher um estilo de combate ou fazer um curso de tiro ofensivo defensivo  estudar e tentar aplicar princípios de reprogramações comportamentais por meio da killologia e da programação neurolinguística, ambas estreitamente ligadas ao behaviorismo. Ambos lhe fornecerão formas de reprogramação mental para que você não paralise  diante de uma situação que só a brutalidade, ferocidade e o seu instinto mais primal poderá te salvar. Porém se você busca arte marcial como esporte ou filosofia de vida então o conteúdo desta matéria não é pra você.



Observação importante: As informações presentes nesta matéria são para o público maior de 18 anos, para fins de conhecimento didático, e treinamento combativo baseado na legítima defesa e estrito comprimento legal que estão em nossa constituição e Código Penal. O uso indevido dessas informações, bem como suas consequências é de responsabilidade única e exclusivamente de quem praticar e desobedecer a lei. Então use o cérebro.



Depois de ler a mensagem acima podem iniciar a leitura do artigo abaixo:





Reprogramação Neurolinguística Combativa (RNC)



Nós sabemos que para alguns o conteúdo é muito forte e intimidador, mas ele é produzido para aquelas pessoas que já entenderam que regras morais na realidade das ruas não existe e que devemos proteger as nossas famílias custe o que custar. Hoje vamos conhecer a reprogramação neurolinguística combativa. A programação neurolinguística (PNL) foi desenvolvida em meados da década de 70, na universidade da Santa Cruz, na Califórnia, nos Estados Unidos, pelo psicólogo Richard Bandler e pelo linguista John Grinder. Eles trabalharam juntos para entender a razão de algumas pessoas alcançarem resultados acima da média, enquanto outras não. Suas pesquisas identificaram um conjunto de modelos e padrões que influenciam a mente, o corpo e o comportamento do indivíduo. A partir daí, eles analisaram que pode existir uma relação entre a mente (neuro), a linguagem verbal e não verbal (linguística) e como essa interação pode ser organizada (programação). Assim vamos começar a utilizar as tecnicas da PLN para montar a nossa RNC (Reprogramação Neurolinguística Combativa) para com isso ampliar nossa determinação guerreira em um cenário de crise quebrando entraves morais, para que não travemos quando precisarmos atirar em alguém, ou esfaquear várias pessoas para nos protegermos e a nossa família.

A Programação Neurolinguística é uma técnica que descreve a relação entre mente e linguagem verbal e não verbal. Por isso, o nome da ciência é programação neurolinguística em prol do alcance de metas, de objetivos e do alto desempenho. Ela se utiliza de técnicas como:

a) Visualização da meta: O estabelecimento de um objetivo claro e específico é o primeiro passo para o tornar real. Preparar a mente para receber e lidar com as mudanças, contribui fortemente para a aceleração do resultado. Como casos de pessoas que tem algum tipo de fobia: falar em público, medo de altura. E aqui em nosso caso a pessoa poderá se visualizar feroz, pronto para massacrar o inimigo. A ponte ao futuro é capaz de gerar novos comportamentos e fazer grandes transformações.


b) Ancoragem: As escolhas e os comportamentos são reflexos dos pensamentos e da forma de como o ser humano percebe o mundo. A âncora positiva é uma ferramenta aplicada para fixar um estado mental oposto ao negativo e encorajador, vivenciado em algum momento da vida pelo indivíduo. Sempre que a técnica for utilizada, acionará a recordação de uma situação específica, determinada pela própria pessoa, no qual sentirá as mesmas sensações, fazendo com que suas ações sejam refletidas por este estado emocional. Dessa forma, o indivíduo consegue alcançar de forma assertiva os seus objetivos. Para criar uma âncora fortalecedora é necessário escolher uma palavra, um gesto ou um objeto que lembre uma situação positiva e importante. Quando houver um momento de medo, desânimo, ou algum outro estado negativo, a âncora positiva servirá como um atalho mental para acessar um estado favorável.

Por exemplo, se uma pessoa tem dificuldades para falar em público, ela pode reverter tal situação ao tocar em algum objeto, pronunciar uma frase, dizer uma palavra ou efetuar um gesto que remete a um momento relaxante e positivo. Dessa forma, o indivíduo é capaz de se acalmar e manter o controle ao falar na frente de muitas pessoas.



Cigarro é uma âncora de sentimentos, pergunte a algum fumante se quando ele está ansioso ou nervoso ele não ascende um cigarrinho pra acalmar. Comidas são âncoras. Objetos podem se tornar âncoras. Sons, toques, beijos, etc. O mesmo pode ser feito para soltar o monstro interior, um gesto como cerrar os punhos pode servir de gatilho.



c) Metáforas: O uso de metáfora para designar processos de doenças ou mal estar físico tem se mostrado muito eficaz em determinados casos de cura de doenças crônicas. A técnica se baseia em explicar as sensações de dor ou desconforto que a pessoa possa estar sentindo de uma maneira alegórica, utilizando situações até mesmo bizarras para explicar as sensações.

forma diferente, para que assim, ela consiga extrair benefícios, ao invés de problemas. É essencial que a pessoa também entenda a sua responsabilidade quanto aos acontecimentos negativos e trace objetivos para modificar tal situação.



Nossa mente capta tudo o que falamos verbalmente e entende como algo a ser executado, assim se você disser que sente “como se abrissem uma estrada em suas costas” quando está com dores lombares, provavelmente deixará de sentir dor a hora que imaginar que a estrada já foi concluída. Se no momento da batalha você se imaginar uma fera com certeza não se preocupará com sangue, olhos furados, ou ossos quebrados de seus inimigos


Reprogramação / Auto-hipnose: 

Agora que você entendeu sobre reprogramação vamos iniciar nossos estudos em RNC com auto-hipnose na próxima página.

Abaixo montei uma RNC para ajudar quebrar seus bloqueios morais e poder fazer uso de toda sua ferocidade, determinação e brutalidade combativa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...